You are currently viewing Balões que contam histórias

Balões que contam histórias

Festa nunca é completa sem bexigas. Quem tem mais de 30, 40 anos, com certeza se lembra do mutirão que se formava para encher os balões no fôlego horas antes dos convidados chegarem. As bexigas eram coladas na parede, amarradas no teto.. tinha sempre uma gambiarra para fixá-las em algum lugar. Quando finalmente a festa começava, todos já estavam exaustos!

De uns anos pra cá, no entanto, isso mudou um pouco. Os balões de hélio, que já são tradição em outros países há décadas, vieram pra ficar. E a cada dia surgem mais lojas e especialistas na arte de fazer arranjos e personalizações.

Na Lapapel festas, logo notamos essa tendência e tratamos de nos atualizar. Num quiosque improvisado no cantinho de um dos salões, começamos a encher os balões com gás para que eles flutuassem. A ideia rapidamente virou um sucesso e as sábados era difícil dar conta de tantas encomendas.

Há dois anos, resolvemos mudar nosso quiosque para um espaço maior, na nossa loja mais recente, onde ficam também os doces. A Eliana e a Camila logo precisaram de reforço. Veio o João, depois o Pedro, e hoje a Luana também se aperfeiçoou na arte dos arranjos.

Balões com gás hélio podem ser as bexigas de látex ou os metalizados, em formato de números, estrelas, corações e redondos. Temos também os arranjos de mesa que não são inflados com hélio, mas duram mais tempo e dão um efeito incrível na decoração. Pra quem não sabe, o hélio é o segundo elemento mais leve no universo, ficando atrás do elemento hidrogênio. Mas além de encher balões, ele tem muitas outras funções, como aumentar a pressão de combustíveis de foguetes e ser usado junto com oxigênio para tratamento de asma, pois assim se reduz o esforço muscular da respiração;

Para além da definição técnica, pra nós o setor de balões se transformou numa oportunidade única de compartilhar histórias. A cada encomenda, adoramos conhecer o motivo da comemoração. Os arranjos personalizados já celebraram casamentos, nascimentos, formaturas e, é claro, aniversários, Mas também marcaram reencontros como o de um casal separado que se viu em países diferentes durante a pandemia e voltou a se reunir só um ano depois. Já nos emocionamos também com clientes que fizeram balões para comemorar a recuperação de um ente querido após uma grave doença. E em tempos de covid, que delícia é receber pedidos de última hora para dar as boas-vindas a alguém que acabou de ter alta!

Em breve, nossos balões ganharão um novo espaço, maior e mais bonito, pra receber os clientes, dar ideias, anotar encomendas, mas acima de tudo, seguir colecionando histórias que nos fazem ter cada vez mais certeza da nossa missão: proporcionar diversão e alegria.